A cantora Bruna Karla tem uma história com a Marcha para Jesus. Neste ano, depois de sua apresentação, ela dividiu suas experiências com a equipe de reportagem do site oficial do evento.  

Em 2013, você se apresentou grávida do Benjamin. No ano seguinte, você marchou com o seu pequeno grande milagre nos braços. Compartilhe com os internautas o seu testemunho. 

Realmente, foi muito especial ter participado com o Ben na barriga. De lá pra cá, vivemos muitos milagres. Dei à luz no dia 05/09/2013! Nosso bebê nasceu de 33 semanas, com 39 centímetros e pesando 1,42 kg. Por conta disso, precisou ficar internado na UTI Neonatal durante 32 dias. Foram momentos muitos difíceis, mas sempre acreditamos que Deus daria forças para que pudéssemos suportar este momento. Depois deste período de internação, nosso pequeno Ben voltou para a casa. Tem sido uma bênção muito grande tê-lo conosco. Voltar para a Marcha com ele nos braços é dizer que vale a pena crer e não desistir. 

Como você define a Marcha para Jesus? 

É a maior reunião das igrejas do Brasil, independente de placa denominacional! Todos se unem num só propósito, numa só visão! O objetivo é fazer o reino de Deus cada vez mais conhecido! 

Como é levar a Palavra de Deus para aquela multidão através desse dom lindo que o Senhor te deu? 

É um privilégio muito grande! Há quase 20 anos, eu já tinha decidido que queria isso para a minha vida – independente das circunstâncias – e Deus sempre nos surpreendeu. Estar diante dessa multidão e nessa grande festa é um presente de Deus para mim! 

Como é o processo de definição do repertório para um evento como a Marcha para Jesus? 

É bem difícil, porque sempre pedimos direção de Deus para ter a sensibilidade do que Ele quer que nós cantemos. Também pedimos uma direção para saber qual é a música que vai ao encontro das necessidades daquele povo tão especial. 

Qual é sua inspiração para estar aqui hoje? 

Minha maior inspiração em tudo é Jesus Cristo. Ver essa multidão reunida engrandecendo o nome d’Ele é muito lindo! 

Você começou sua jornada ministerial muito jovem e hoje é uma grande referência. Suas músicas alcançam milhões de pessoas. Qual conselho você deixaria para quem tem o desejo de seguir o mesmo caminho? 

O meu conselho é sempre levar as coisas de Deus a sério! Faça o seu melhor, independente de quem esteja vendo e não desista diante das dificuldades. Não é uma jornada fácil! Mas, quando estamos com Ele, conseguimos enfrentar e superar qualquer tempestade! 

Acompanhe, a seguir, a apresentação da cantora na edição deste ano: